terça-feira, 27 de dezembro de 2011

POR QUÊ? POR QUÊ?

MEDITAÇÃO: Suportem as dificuldades, recebendo-as como disciplina; Deus os trata como filhos. (Hebreus 12:7)

PENSAMENTO: Somente luz do sol e nenhuma chuva produzem um deserto

LEITURA: Provérbios 3:1-12


  • Por que preciso sofrer decepções, tristeza e tribulação? O que fiz que Deus me envia provações? Será que ele está descontente comigo? Estas perguntas são feitas constantemente pelos queridos filhos de Deus. Muito deste medo e questionamento é devido à nossa falta de compreensão de como Deus lida com os seus. Ele tem boas razões. Uma dessas razões é a nossa disciplina espiritual. Deveríamos ter muito mais medo de ficarmos sozinhos do que das correções de Deus. Ele não desperdiça tempo com coisas sem valor que não têm nenhuma perspectiva de dar frutos. Nas margens do Lago Michigan, nos EUA, há grandes dunas áridas de areia que nunca foram aradas. Mas nas terras baixas e férteis, do outro lado, o fazendeiro está constantemente cultivando o solo. O fazendeiro sabe o que está fazendo, por isso continua a arar o solo. Quanto mais profundo e quanto mais o arado cava, tanto mais preciosa será a safra quando chegar o tempo da colheita. O arado de Deus vai fundo, mas somente para que, no final, esqueçamos disso e nos regozijemos na bênção de produzir muitos frutos para ele. "Nenhuma disciplina parece ser motivo de alegria no momento, mas sim de tristezas. Mais tarde, porém, produz fruto de justiça e paz para aqueles que por ela foram exercitados" (Hebreus 12:11).

  • Martin R. De Haan

sábado, 17 de dezembro de 2011

A BÍBLIA É O ÚNICO MEIO DE SE CONHECER A VONTADE DE DEUS PARA NOSSAS VIDAS.. ;D

CRESCER ATRAVÉS DO SOFRIMENTO

Meditação: Foi bom para mim ter sido castigado, para que aprendesse os teus decretos. (Salmo 119:71)

Pensamento: O Senhor vê com pesar a morte de seus fiéis. (Salmo 116:15)

Leitura: Salmo 119:65-80



     Uma mulher perdeu seu esposo de 40 anos por causa de um repentino ataque cardíaco. Ela disse que o sofrimento que resultou disso fez com que ela valorizasse mais o amor. Quando ouvia casais discutindo, algumas vezes lhes dizia: "Vocês não têm tempo para isso". Ela comentava que os momentos perdidos das nossas vidas se tornam mais preciosos quando não podem mais se repetir.
A tristeza da perda muda nossa perspectiva de vida. É repetitivo mas verdadeiro: a maneira como lidamos com a tristeza vai nos fazer ou mais amargos ou melhores. Numa notável afirmação, o salmista de fato agradeceu a Deus por uma experiência difícil: "Antes de ser castigado, eu andava desviado, mas agora obedeço à tua palavra… Foi bom para mim ter sido castigado, para que aprendesse os teus decretos" (Salmo 119:67,71).
Não sabemos a natureza da aflição do salmista, mas o resultado dela foi positivo e lhe trouxe um anseio de obedecer ao Senhor e um anelo pela sua Palavra. Raramente usamos esta verdade para confortar aqueles que e são sofrendo. Mas é a palavra do Senhor para nós, que vem do coração de Deus, cheia de compaixão e trazendo o toque da sua mão curadora.
Quando sofremos, parece mais que morremos do que crescemos. Mas à medida que Deus coloca seus braços de amor ao nosso redor, obtemos a certeza de seu fiel cuidado.


 David C. McCasland

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

JAMAIS SÓ

MEDITAÇÃO: Seja a vossa vida sem avareza. Contentai-vos com […] que tendes […] De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei. (Hebreus 13:5)

PENSAMENTO: A presença de Deus conosco é um dos Seus maiores presentes para nós.

MENSAGEM: Hebreus 13:1-8



Por ter jogado futebol na escola, nunca perdi meu amor pelo “Jogo Bonito”. Gosto especialmente de assistir a Liga Inglesa pela habilidade e a velocidade dos jogos. Também amo a forma como os fãs cantam apoiando suas amadas “equipes”. Por exemplo, há anos a canção tema da equipe do Liverpool é “You’ll Never Walk Alone” (Você nunca caminhará sozinho). É comovente ouvir 50 mil fãs cantarem unidos aquele antigo clássico! É um encorajamento para os jogadores e fãs que juntos permanecerão até o fim. Caminhar sozinho? Jamais. Este sentimento tem significado para todos. Cada um de nós foi feito para estar em comunidade e por isso o isolamento e a solidão estão entre as experiências humanas mais dolorosas. Durante os momentos difíceis, a nossa fé é vital. O filho de Deus nunca precisa temer o abandono. Mesmo que as pessoas se voltem contra nós, os amigos nos abandonem ou as circunstâncias nos separem daqueles que nos amam, jamais estamos sós. Deus disse: “… De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei” (Hebreus 13:5). Isso não é apenas uma boa música ou versos inteligentes falando de sentimentos vazios. É a promessa do próprio Deus àqueles que são salvos de Seu amor. Ele está ali – e não partirá. Com Cristo, jamais estaremos sós.





 William E. Crowder

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Ele nos fez povo Seu, príncipes do Seu Reinado
Nos fez ouvir a Sua voz quando estávamos longe
Nos fez viver uma nova vida, nos fez entender
Que o amor é a expressão do Seu SER,
Que a vida sem Ele deixa de SER.
Por isso adoramos, reverenciamos a Sua Glória.
O seu Reino é um reino de vitória.
A Terra está cheia de Sua glória.
Por isso adoramos...
Majestoso Rei dos reis.
Príncipe da Paz, JESUS

JESUS CRISTO é o seu Bem Supremo ;*

domingo, 4 de dezembro de 2011

QUANDO DEUS LIMPA A CASA

MEDITAÇÃO: Longe de vós, toda amargura, e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmias, e bem assim toda malícia. (Efésios 4:31)


PENSAMENTO: O poder de limpeza de Cristo é capaz de remover a mancha mais resistente de pecado.


MENSAGEM: Jonas 1


  • Esta semana, Deus fez uma limpeza de outono em derredor. Ele enviou ao nosso bairro um forte vento que fez as árvores tremerem e soltarem seus galhos mortos. Quando tudo terminou, eu tinha muita sujeira para jogar fora. Às vezes, Deus trabalha de maneira similar em minha própria vida. Ele envia ou permite circunstâncias tempestuosas que fazem cair os “galhos mortos” que eu me recusava a soltar. Às vezes, é algo que já foi bom, como uma área de ministério, mas não está mais dando frutos. Com maior frequência, é algo que não é bom, como um mau hábito que adquiri ou uma atitude obstinada que impede novo crescimento. O profeta Jonas, do Antigo Testamento, descobriu o que pode acontecer quando alguém se recusa a livrar-se de uma atitude obstinada. Seu ódio pelos ninivitas era mais forte do que o seu amor por Deus; por isso, Deus enviou uma grande tormenta que colocou Jonas em um peixe gigante (Jonas 1:4,17). Deus preservou o relutante profeta naquele lugar improvável e lhe deu uma segunda chance de obedecer (Jonas 2:10; 3:1-3). Os galhos mortos no meu jardim me fizeram pensar em atitudes que Deus espera que eu me desfaça. A carta de Paulo aos Efésios relaciona algumas delas: amargura, cólera, blasfémias (Efésios 4:31). Quando Deus agita as cosias, precisamos livrar-nos daquilo que Ele faz cair.


domingo, 20 de novembro de 2011

ESPERANDO ...

MEDITAÇÃO:  Bem aventurados todos os que nEle esperam. (Isaías 30:18)
PENSAMENTO: Esperar por Deus nunca é perda de tempo.
LEITURA: Lucas 2:22-38


 Com o outono vem a temporada de caça no estado de Michigan, nos EUA. Todos os anos, durante algumas semanas, os caçadores licenciados têm permissão para ir às florestas e caçar diversas espécies de vida selvagem. Alguns caçadores constroem elaboradas plataformas em árvores, bem acima do chão, onde se sentam silenciosamente durante horas, esperando que um veado esteja à distância de um tiro. Quando penso nos caçadores, tão pacientes para esperar por veados, penso em qual impacientes podemos ser quando temos de esperar por Deus. Frequentemente, igualamos “esperar” a “desperdiçar”. Se estivermos esperando por alguma coisa (ou alguém), pensamos que nada está sendo feito, o que, numa cultura ansiosa por realizações, parece um desperdício de tempo. Contudo, esperar atende a muitos propósitos. Em particular, a espera prova a nossa . As pessoas de pouca fé são, frequentemente, as primeiras a desistirem de esperar, enquanto as de maior fé se dispõem a esperar indefinidamente. Ao lermos a história do Natal em Lucas 2, aprendemos sobre duas pessoas que provaram sua fé por sua disposição em esperar. Simeão e Ana esperaram muito, mas seu tempo não foi desperdiçado; ele os colocou num lugar no qual poderiam testemunhar a chegada do Messias (Lucas 2:22-38). Não receber uma resposta imediata à oração não é razão para desistir da fé.





Fonte: Julie Ackerman Link



sábado, 12 de novembro de 2011

VOCÊ ESTÁ PRONTO?

Pensamento: Jesus pode vir a qualquer momento; por isso, devemos estar sempre preparados.

Base bíblica: 2 Pedro 3:1-13





Jesus disse que voltaria, mas as pessoas continuaram a viver em desobediência, como se Ele nunca fosse voltar. Mas, a Sua demora se deve apenas à paciência de Deus conosco, pois Ele “… não quer que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento” (2 Pedro 3:9). Paulo nos diz que os cristãos devem viver “… sensata, justa e piedosamente…” à luz do esperado retorno de Cristo (Tito 2:12). Você está pronto para encontrá-lo?

A volta de Cristo é algo confirmado nas Escrituras Sagradas. As pessoas, no entanto não atentam para esta realidade. Prova disso é que elas fazem o que querem, curtem muito com prazeres errados, não ligam pra Deus.
A afirmação de que esta vida é passageira é verdadeira, mas esta passagem não significa apenas que estamos aqui por acaso, NADA é por acaso. Deus não joga dados.
Meu coração se enche de alegria só em pensar na magnífica criação que somos. Cada um de nós é parte de um projeto de Deus, fomos criados à imagem e semelhança do Criador. Por isso, não devemos desperdiçar nossas vidas com coisas inúteis e vãs que não nos leva a lugar algum.

Todos vocês tem um propósito de Deus nesta vida, busque em oração saber qual é, e siga a vontade daquele que ti enviou.

#Reflita:
Se Jesus voltasse neste momento você iria com Ele para o céu?
O que você tem feito para que sua alma vá viver eternamente na Glória?

Abra seus olhos, a vida é como uma vela acesa, um dia virá o vento que a apagará, mas a alma desta  irá viver eternamente em algum lugar, ou no céu ou no inferno. Isso depende de VOCÊ.
Hoje você faz as suas escolhas, mas amanhã as suas escolhas fazem você.

O caminho, a direção já foi dada. Cristo disse que voltaria, só não disse quando, mas a sua vinda é certa.
Pra ser feliz não precisa viver em bebedeiras, de festa em festa, fazendo fofocas, fazendo mal as pessoas. Pra ser feliz é preciso ter Cristo em sua vida e viver para adora-lo e glorifica-lo. AH! E uma coisa, isso tem premiação. Ele disse que iríamos ganhar um galardão além da maravilhosa salvação.
E aí, vai trocar o certo pelo duvidoso?
Pensa bem. A decisão tem que ser tomada hoje, amanhã pode ser tarde demais e não terá como voltar atrás.

Jovens nós somos a geração que faz a diferença. A geração que canta, que pula, que se alegra na presença do Senhor. Nossas vidas devem honrar o nome de Deus para que assim outras pessoas encontrem-se com Cristo através de nós. Portanto, faça a sua escolha que Cristo está te esperando de braços abertos pra festa dele lá no céu.

domingo, 16 de outubro de 2011

Encontrando-se com Cristo menino

Texto: Lucas 2: 41-52

Ict: Jesus mesmo criança já estava consciente da sua missão aqui na Terra.

Tese: Embora todos admirassem à Jesus, muitos ainda não entendiam o seu propósito de vida, inclusive a sua própria família.

Quantas são às vezes que nós traçamos alguns planos, objetivos e no meio do percurso ficamos pela metade, às vezes uma faculdade que começamos e não concluímos, às vezes um negócio que depois não dá certo, enfim isso vai do mas simples aos grandes projetos para nossa vida.


Jesus desde a mais tenra idade já tinha em sua mente a maneira bem clara do seu objetivo, da sua missão aqui na Terra.
Porque afirmamos que Ele estava consciente da sua missão? 


Por que o seu coração almejava a casa de Deus (Vs. 46-47)
Jesus era só uma criança de 12 anos, podia está com sua família ou brincando com seus amigos como uma criança normal, no entanto por Ele está focado no seu objetivo Ele preferia está no templo debatendo a Bíblia com doutores.

Obs: Se quisermos cumprir alguma missão temos que sair um pouco da normalidade (não era normal uma criança debatendo com doutores).


Pela resposta dada aos pais (VS 48-49)
Aqui está à idéia central do texto, Jesus declara aos seus pais que a sua missão era justamente aquela, está na casa de Deus fazendo a Sua vontade. Jesus passou a vida inteira pregando e explicando a sua missão, contudo ninguém inclusive seus pais vieram entender, entretanto isto não impediu de Jesus de se focar nela por toda a sua vida.
Obs: (Se quisermos cumprir alguma missão precisamos está conscientes dela sem necessariamente os outros estarem).

Pela sua submissão (VS 51)
Apesar de Jesus compreender o seu relacionamento com o Pai Celestial, Ele era um filho submisso e obediente aos seus pais daqui da Terra. Ele sabia que assim deveria ser até chegar à sua hora, a hora da sua morte onde todos finalmente entenderiam a sua missão.  Ele disse a Maria sua mãe que não era chegada a sua hora. (João 2:4)
Obs: (Se quisermos cumprir uma missão precisamos esperar o tempo certo).


Encontrando com Cristo criança, encontraremos um menino focalizado na sua missão, vivendo o seu momento presente sem esquecer em nenhum momento do seu ministério.
Nós também temos missões para cumprir. Como crentes em Cristo Jesus devemos adorar o Seu nome e levar uma mensagem de boas novas ao mundo.

APLICAÇÃO: 
Como tem sido o nosso nível de responsabilidade para com esta missão? Que Deus nos abençoe e nos ajude a termos um encontro com Cristo diário onde aprenderemos com Ele como realmente se focaliza esse ministério.   


Sede santos porque Cristo é Santo.

sábado, 15 de outubro de 2011

Série de mensagens: Encontrando-se com Cristo

          “Encontrando-se com Cristo recém-nascido”

Texto: Mt 2:1-12

Não sãs poucas as vezes que ouvimos noticiários na TV de pessoas que se esforçam para ver uma celebridade, um jogador de futebol, um ator, uma atriz, um apresentador ou um cantor famoso ou banda que estar nas paradas de sucesso.
Argumentação;
A cena do dos magos para visitar o rei dos judeus, expressa a essência da adoração cristã. Por algum motivo nós afirmamos isto:


Em busca do recém-nascido (VS 2)
Os magos não estavam em busca de um rei, ou de herói de guerra, mas de um recém nascido, uma pequena criança que ainda não tinha feito atividade alguma. Com isto aprendemos que adoração a Cristo não é pelo que ele faz e sim pelo que Ele é. Contrariando o que vemos em nossos dias, onde multidões lotam Igrejas, não para adorar à Deus pelo que Ele é sim por algo que Jesus pode fazer por elas, no tempo de Jesus não foi diferente, por isso o próprio Senhor os advertiu em (João 6:27):

“trabalhai não pela comida que perece, mas pela que subsiste para a vida eterna, a qual o filho do homem vos dará.”


Sacrifício pessoal
Eles vieram de uma terra distante, percorreram milhares de quilômetros, debaixo de um sol quente de 45 a 50 graus durante o dia e a noite a zero grau, não em ônibus da Guanabara, não em um avião da TAM, muito menos em um carro confortável, eles viajaram no mínimo num jumento ou camelo que eram os meios de transporte daquela época, seguindo uma estrela que os guiava nos céus. Qual tem sido o nosso sacrifício para estar perto do Senhor? Ou nós já estamos convencidos do evangelho da facilidade que tanto escutamos em nossos dias? O caminho para a vida continua sendo estreito, apertado e são poucos os que acertam o caminho.
O apostolo Paulo nos diz: “aqueles que querem viver piedosamente em cristo Jesus serão perseguidos”.


Onde Ele estar?
Eles não queriam sabe onde Jesus tinha estado e sim onde Ele estava. O verdadeiro adorador procura está onde Jesus está e isto custe o que custar,não tem perigo,distância,família,bens nada é mas importante para ele de que estar na presença de Jesus. Este é o desejo que deve existir dentro do nosso coração.
Jesus disse que o maior mandamento é amar a Deus sobre todas as coisas. Nada pode nos deter no que tange estar na presença do Senhor, pois não há lugar melhor do mundo do que está aos pés do Salvador. Amém !!!


É tempo de encontrar-se com Cristo. Você estar preparado para adorá-lO não pelo que é sim pelo que ele faz? Está preparado para sofrer por amor do Senhor? E finalmente estão prontos para deixar tudo por amor à Cristo? Que nos abençoe e que esta resposta seja positiva afim de que o nome do Senhor seja glorificado através da nossa vida.





quarta-feira, 28 de setembro de 2011

DIRIGINDO NO ESCURO

MEDITAÇÃO: Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos. (Salmo 119:105)


PENSAMENTO: Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos. (Salmo 119:105)


LEITURA: Salmo 119:105-112


  • Sempre pensei que poderia passar por qualquer dificuldade, se o Senhor me dissesse qual seria o resultado final. Creio que “… todas as coisas cooperam para o bem…” (Romanos 8:28), mas eu me sairia muito melhor nas horas escuras, se soubesse exatamente como seria esse “bem”. Entretanto, Deus geralmente não nos mostra para onde está nos levando. Pede apenas que confiemos nele. É como dirigir um carro à noite. Nossos faróis nunca iluminam todo o caminho; iluminam apenas uns 50 metros à frente. Isso, porém, não nos impede de avançar. Confiamos em nossos faróis. Tudo o que realmente precisamos é luz suficiente para seguir adiante. A Palavra de Deus é como os faróis nas horas escuras. Está repleta das promessas necessárias para nos impedir de dirigir nossas vidas para dentro da vala da amargura e do desespero. Sua Palavra promete que Ele nunca vai nos deixar ou abandonar (Hebreus 13:5). Sua Palavra nos garante que Ele sabe que planos tem para nós, pensamentos de paz e não de mal, para nos dar um futuro e uma esperança (Jeremias 29:11). E Ele nos diz que nossas tribulações estão presentes para no tornar melhores, não piores (Tiago 1:2-4). Portanto, da próxima vez em que se sentir dirigindo no escuro, lembre-se de que confiar em seus faróis – a Palavra de Deus iluminará o seu caminho.







  • Fonte: Joseph M. Stowell

terça-feira, 20 de setembro de 2011

PRECISA SER INCRÍVEL

MEDITAÇÃO: Vede que grande amor nos tem concedido o Pai, a ponto de sermos chamados filhos de Deus… (1 João 3:1)


PENSAMENTO: A maravilha de tudo isso – imaginar que Jesus me ama!


LEITURA: Romanos 5:6-11




  • Li estas palavras no site de uma jovem: “Eu só quero ser amada – e ele precisa ser incrível!” Não é o que todos nós desejamos – ser amados, sentir que alguém se importa conosco? E ainda melhor, se ele ou ela for incrível! Jesus Cristo preenche essa descrição completamente. Em uma demonstração de amor sem precedências. Ele deixou Seu Pai nos céus e veio à Terra como o bebê que celebramos no Natal (Lucas 2). E após ter uma vida perfeita, a entregou como oferta a Deus na cruz em nosso favor (João 19:17-30). Assumi o nosso lugar porque precisávamos ser libertados do nosso pecado e da pena de morte. O livro de Romanos 5:8 afirma que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. E três dias depois, o Pai o ressuscitou (Mateus 28:1-8). Quando nos arrependemos e recebemos de Jesus o presente do amor incrível, Ele se torna nosso Salvador (João 1:12; Romanos 5:9), Senhor (João 13:14), Mestre (Mateus 23:8) e Amigo (João 15:14). “Vede que grande amor nos tem concedido o Pai, a ponto de sermos chamados filhos de Deus!” (1 João 3:1). Você está a procura de alguém que o ame? Jesus nos ama muito mais do que qualquer outra pessoa poderia jamais amar. E Ele é verdadeiramente incrível!


  • Fonte: Anne M. Cetas

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

QUEM ESTÁ OBSERVANDO?

MEDITAÇÃO: O que me oferece ações de graças, esse me glorificará… (Salmo 50:23)


PENSAMENTO: Na essência da adoração está o verdadeiro louvor.


LEITURA: Salmo 50:7-15



  • Eu costumava ver o culto de adoração na igreja como um tempo de entretenimento. Falando sobre pessoas como eu, Sóren Kierkegaard disse que tendemos a pensar que a igreja é um tipo de teatro: Sentamos na plateia, e observamos atentamente os atores no palco. Se formos entretidos o suficiente, mostramos nossa gratidão com aplausos. A igreja, porém, deveria ser o oposto do teatro. Deus é a plateia da nossa adoração. O que mais importa acontece nos corações dos membros da congregação – não no palco. Deveríamos sair do culto de adoração nos perguntando não “O que eu ganhei com isso?”, mas “Deus se agradou com o que aconteceu?” Foi difícil para Deus especificar os detalhes dos sacrifícios de animal para os antigos israelitas na adoração que praticavam. No entanto, Ele afirmou que precisava de seus animais: “De sua casa não aceitarei novilhos, nem bodes, dos teus apriscos. Pois são meus todos os animais do bosque e as alimárias aos milhares sobre as montanhas” (Salmo 50:9-10). Ele queria o louvor e obediência deles (Salmo 50:23). Ao nos concentrarmos nos aspectos exteriores da adoração, também perdemos o ponto: O Senhor está interessado em um sacrifício de coração, uma atitude interna de submissão e ações de graça. Encontrar-se com Deus e agradá-lo é o alvo da nossa adoração.

    • Fonte: Philip D. Yancey

    terça-feira, 13 de setembro de 2011

    ENXUGAR AS LÁGRIMAS

    MEDITAÇÃO: Ele [Deus] enxugará dos seus olhos toda lágrima. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor, pois a antiga ordem já passou. (Apocalipse 21:4)

    PENSAMENTO: O Deus que lavou os nossos pecados também enxugará as nossas lágrimas

    LEITURA: Apocalipse 21:1-7



    • Eu acabara de pregar sobre os pesares da vida, quando um casal se aproximou de mim, em frente à Igreja. A mulher contou-me sobre o fardo que eles estavam carregando como família. O filho mais novo tinha sérios problemas físicos. A pressão do constante cuidado deste pequeno menino, junto com a dor de saber que não poderiam melhorar sua situação, às vezes parecia insuportável.
      Enquanto o casal estava compartilhando isso, com lágrimas nos olhos, a sua filha pequena estava com eles, ouvindo e observando. Ao ver o sofrimento gravado pelo pranto no rosto da mãe, a menina procurou se erguer e enxugar-lhe gentilmente as lágrimas. Foi um gesto simples de amor e compaixão, e uma profunda demonstração de preocupação de alguém tão jovem.
      Nossas lágrimas muitas vezes prejudicam nossa visão e não nos deixam ver as coisas claramente. Em tais momentos, pode ser de grande encorajamento ter um amigo que se preocupa tanto, a ponto de nos amar em nossa dor e caminhar conosco nas nossas lutas.
      Mesmo que amigos possam nos ajudar, somente Cristo pode ir além das nossas lágrimas e tocar as profundas feridas dos nossos corações. O seu conforto pode nos carregar através das provações das nossas vidas, até o dia quando o próprio Deus enxugará cada lágrima dos nossos olhos (Apocalipse 21:4).



    • Fonte: William E. Crowder

    CULTO EVANGELÍSTICO NO DIA 7 DE SETEMBRO

    NESSE DIA MARAVILHOSO, AS IGREJAS PRESBITERIANAS DE ICÓ E VÁRZEA ALEGRE REALIZARAM UM TRABALHO ABENÇOADO NA CIDADE DE ICÓ. 
    DISTRIBUIÇÃO DE FOLHETOS, EVANGELIZAÇÃO E UM GRANDE CULTO FORAM EVENTOS REALIZADOS NESTE DIA. TUDO PARA O LOUVOR E HONRA AO NOSSO DEUS.
    O ICÓ É TEU SENHOR..

    FOTOS: 
















    domingo, 28 de agosto de 2011

    GRANDE MUTIRÃO EVANGELÍSTICO EM ICÓ

    NO DIA 7 DE SETEMBRO, AS IGREJAS PRESBITERIANAS DE ICÓ E VÁRZEA ALEGRE SE REUNIRÃO PARA LEVAR A PALAVRA DE DEUS À TODOS OS ICOENSES. VENHA CONOSCO PARTICIPAR DESTA GRANDE BÊNÇÃO.



    FLORES E CORES

    MEDITAÇÃO: ... ATRAVÉS DE MUITAS TRIBULAÇÕES, NOS IMPORTA ENTRAR NO REINO DE DEUS (ATOS. 14.22)
    PENSAMENTO: TERRA - O TERRITÓRIO DE PROVAÇÕES; CÉU - O TERRITÓRIO DAS ALEGRIAS.
    LEITURA: ATOS 14. 1-22


    • Os botões-de-ouro em nosso jardim estavam extraordinariamente brilhantes e belos, devido ao volume generoso de chuva primaveril que Deus nos mandou. Eu queria tirar algumas fotos antes que eles murchassem, mas era difícil aproximar-me o suficiente, pois estavam plantados num terreno muito encharcado. Certa tarde ensolarada calcei um par de botas e desviei com dificuldade as flores e plantas em direção ao lamaçal de botões-de-ouro. Antes de tirar qualquer fotografia, fiquei com os pés enlameados, diversos arranhões e muitas picadas de insetos. Todavia, contemplar as flores fez o meu desconforto temporário valer a pena. Grande parte do nosso viver significa “passar por” provações e problemas que são inevitáveis em nosso mundo ímpio. Uma destas provações é a perseguição. Os discípulos certamente descobriram esta verdade, pois conheciam as bênçãos que Jesus tem à disposição daqueles que são Seus seguidores, mas eles encontram forte resistência quando tentaram contá-las aos outros (Atos 14:5). Nós que optamos pelo caminho de Deus e sabemos por experiência própria que este é “um caminho sobremodo excelente” (1 Coríntios 12:31 – R.C. 1995), perseveraremos, mesmo quando tivermos que enfrentar perigos e dificuldades. Agindo assim mostraremos aos outros uma bela demonstração da paz, misericórdia e perdão de Deus. A alegria que nos espera validará o nosso desconforto temporário.

      • Fonte: Julie Ackerman Link


      sábado, 20 de agosto de 2011

      QUE ALÍVIO !

      MEDITAÇÃO:  A minha graça te basta. (2 Coríntios 12:9)

      PENSAMENTO: Deus dá graça suficiente para enfrentarmos tudo que tivemos de enfrentar.

      LEITURA: 2 Coríntios 12:7-10



      •  Uma máquina cortadora de papel triturou centenas de tiras e outros itens na cidade de Nova Iorque em 28 de dezembro de 2008. Os organizadores do segundo dia anual do “Que Alívio” encorajaram as pessoas a trazerem para o Times Square seus sofrimentos e memórias ruins daquele ano e enfiá-los no potente cortador industrial ou atirá-los em uma enorme caçamba. Alguns participantes cortaram pedaços de papel com as palavras “o mercado de capitais” ou “câncer”. Outros destruíram extratos bancários, e uma pessoa picou um e-mail impresso de um namorado que havia desmanchado com ela. Ansiamos por “rasgar” memórias de coisas ruins que outras pessoas nos fizeram ou circunstâncias difíceis pelas quais estamos passando. O apóstolo Paulo queria alívio para o seu sofrimento do momento, uma enfermidade que o deixava sentindo-se fraco (2 Coríntios 12:7-10). Deus, porém, disse a ele: “A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza”. Deus não renovou seu problema. Ao invés, Ele deu a Paulo a graça de viver com ele. Ao meditarmos nas dificuldades elas nos sobrecarregam, afetando nossos relacionamentos e nossa perspectiva de vida. Como pessoas que creem em Cristo, temos um lugar para onde levar essas cargas. Lemos em 1 Pedro 5:7: “[Lance] sobre [o Senhor] toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós”.

      • Fonte: Anne M. Cetas

      terça-feira, 16 de agosto de 2011

      DEMONSTRE ANTES DE FALAR

      MEDITAÇÃO: Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as nossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai… (Mateus 5:16)

      PENSAMENTO: Ao compartilhar o evangelho, viva-o.


      LEITURA: Mateus 5:11-16


      • Houve um tempo em que uma determinada cidade da Costa Oeste americana pode ter sido um dos lugares mais hostis em relação ao evangelho no país. Cartazes anunciavam reuniões de bruxaria, nas quais poder-se-ia aprender a lançar maldição sobre os inimigos. Era um ambiente tão desafiador para as igrejas, que elas lutavam para conseguir permissões para construções junto aos órgãos da prefeitura. Os líderes das igrejas conversavam em tom de ai de mim. Um grupo de pastores começou a reunir-se regularmente para orar e decidiram levar o amor de Jesus para dentro da cidade. Iniciaram um ministério para os sem-teto, portadores do vírus da AIDS/SIDA e adolescentes em situação de risco. Com fidelidade e propósito, levaram o amor de Jesus para atender às necessidades das pessoas feridas. Rapidamente, outras organizações da cidade começaram a solicitar ajuda. As igrejas começaram a crescer à medida que as pessoas respondiam ao evangelho com ações concretas. Às vezes, você precisa “demonstrar” antes de falar. Ninguém quer realmente ouvir o que temos a dizer sobre o amor de Jesus até que o vejam sendo praticado em nossas vidas (Mateus 5:16). Os mais ferrenhos opositores do evangelho poderão alegrar-se com a nossa presença na cidade, no escritório ou na vizinhança, como consequência, você poderá falar-lhes sobre Jesus.

          • Fonte: Joseph M. Stowell

          segunda-feira, 15 de agosto de 2011

          AMOR EM JOGO

          MEDITAÇÃO: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. (Mateus 22:39)
          PENSAMENTO: Mostramos nosso amor por Deus quando compartilhamos Seu amor com 
          todos.
          LEITURA: Mateus 22:34-40





          • No filme Amor em Jogo, Bem Wrightman é um fanático torcedor da equipe de basquete Red Sox da cidade de Boston, nos EUA. Ele raras vezes perde uma partida durante os meses da primavera e verão. Certo inverno, Ben se apaixonou por uma jovem mulher chamada Lindsey e conquistou seu coração. Então surgiu a primavera e ela descobriu que ele era uma pessoa diferente durante o campeonato de basquete. Ele não tinha tempo para ela, a não ser que ela se dispusesse a acompanhá-lo aos jogos. Quando Lindsey terminou o namoro com Ben devido ao seu fanatismo, ele conversou com um amigo, que lhe disse: “Você ama a equipe Red Sox. Mas conte-me; eles alguma vez corresponderam a esse amor?” Aquelas palavras fizeram com que Ben analisasse suas prioridades e gastasse mais tempo com a mulher que ele amava e que lhe correspondia. Nós dedicamos nossas vidas em passatempos, prazeres, atividades, trabalho, muitas coisas boas. Mas devemos sempre pensar em duas coisas ao fazermos nossas escolhas. Jesus disse: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração… Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Mateus 22:37,39). Quando parecer que nossa vida está perdendo o equilíbrio, a pergunta que poderá nos ajudar será a seguinte: “Será que este passatempo ou atividade alguma vez correspondeu ao meu amor?” Amar a Deus e amar as pessoas é o que realmente importa.

              • Fonte: Anne M. Cetas

              quinta-feira, 11 de agosto de 2011

              O INESPERADO

              MEDITAÇÃO: O coração do homem traça o seu caminho, mas o SENHOR lhe dirige os passos (Provérbios 16:9)

              PENSAMENTO: Deus está nos bastidores e controla as cenas que Ele dirige

              LEITURA: Provérbios 16:1-9



              • Antônia procurava o que não estava perdido, e encontrou o que não procurava, por essa razão, alguns receberam o ânimo espiritual, pelo qual não esperavam. Antônia, líder de um estudo bíblico numa clínica de reabilitação, estava procurando a carteira de motorista de seu marido, que estava perdida. Ao repassar seus passos do dia anterior, visitou um hospital. A carteira não estava lá, mas um coral cristão estava, e Antônia sentiu-se tocada pelas músicas de adoração. Ela perguntou ao regente do coral se os adolescentes poderiam cantar para o seu grupo de estudo bíblico naquela noite. Eles aceitaram o convite e levaram: a esperança, a alegria e o amor de Deus através da música e das conversações após o concerto àqueles que procuravam acertar suas vidas. Ao voltar para casa, Antônia encontrou a carteira sobre uma cadeira. Aparentemente, a única razão de ela ter saído naquele dia foi para que Deus pudesse direcioná-la a ouvir o coral que pôde ministrar ao seu grupo de reabilitação. Quando Deus nos guia (Provérbios 16:9), Ele trabalha de maneira que não podemos prever. O Senhor pode até usar nossos inconvenientes para trazer honra ao Seu nome. Quando encaramos transtornos semelhantes em nosso dia, talvez devêssemos olhar não somente para o que desejamos, mas também para o que Deus tem para nós naquele dia.


              • Fonte: J. David Branon


              CULTO JOVEM


              domingo, 7 de agosto de 2011

              sábado, 6 de agosto de 2011

              RAZÕES PARA CRERMOS EM DEUS

              "NÓS AINDA ESTAMOS NO AMANHECER da era científica, e todo o aumento da luz revela mais e mais a obra de um Criador inteligente.
              Nós fizemos descobertas estupendas; com um espírito de humildade científica e de fé fundamentada no conhecimento estamos nos
              aproximando de uma consciência de Deus.

              Eis algumas razões para minha fé: Através da lei matemática podemos provar sem erro que nosso universo foi projetado e foi
              executado por uma grande inteligência de engenharia.

              Suponha que você coloque dez moedas de um centavo, marcadas de um a dez, em seu bolso e lhes dê uma boa agitada. Agora tente
              pegá-las na ordem de um a dez, pegando uma moeda a cada vez que você agita o bolso.

              Matematicamente sabemos que a chance de pegar a número um é de um em dez; de pegar a um e a dois em seqüência é de um em 100; de
              pegar a um, dois e três em seqüência é de um em 1000 e assim por diante; sua chance de pegar todas as moedas, em seqüência, seria de
              um em dez bilhões.

              Pelo mesmo raciocínio, são necessárias as mesmas condições para a vida na Terra ter acontecido por acaso. A Terra gira em seu eixo
              1000 milhas por hora no Equador; se ela girasse 100 milhas por hora, nossos dias e noites seriam dez vezes mais longos e o Sol
              provavelmente queimaria nossa vegetação de dia enquanto a noite longa gelaria qualquer broto que sobrevivesse.

              Novamente o Sol, fonte de nossa vida, tem uma temperatura de superfície de 10.000 graus Fahrenheit, e nossa Terra está distante
              bastante para que esta "vida eterna" nos esquente só o suficiente! Se o Sol desse somente metade de sua radiação atual, nós congelaríamos, e se desse muito mais, nos assaria.

              A inclinação da Terra a um ângulo de 23 graus, nos dá nossas estações; se a Terra não tivesse sido inclinada assim, vapores do
              oceano moveriam-se norte e sul, transformando-nos em continentes de gelo.

              Se nossa lua fosse, digamos, só 50.000 milhas mais longe do que hoje, nossas marés poderiam ser tão enormes que duas vezes por dia
              os continentes seriam submergidos; até mesmo as mais altas montanhas se encobririam.

              Se a crosta da Terra fosse só dez pés mais espessa, não haveria oxigênio para a vida. Se o oceano fosse só dez pés mais fundo o gás
              carbônico e o oxigênio seriam absorvidos e a vida vegetal não poderia existir.

              É perante estes e outros exemplos que NÃO HÁ UMA CHANCE em um bilhão que a vida em nosso planeta seja um acidente.

              É cientificamente comprovado, o que o salmista disse: "Os céus declaram a Glória de Deus e o firmamento as obras de Suas mãos."